AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO – Novidades

Segundo ciclo da AD (julho de 2011 a junho a 2012)

O novo período de avaliação, que começou em 1º de julho de 2011 e vai até 30 de junho de 2012, traz a autoavaliação e a avaliação dos colegas como parte dos pontos que devem impactar sobre o vencimento final de cada servidor.

A AD pretende medir o desempenho institucional e individual dos servidores do Ministério da Saúde e incide sobre a Gratificação de Desempenho da Carreira do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (GDPGPE) e a Gratificação de Desempenho da Carreira da Previdência, da Saúde e do Trabalho (GDPST).

A instituição é avaliada em 80 pontos, enquanto cada servidor recebe individualmente 20 pontos. Essa segunda parcela é composta por metas individuais (12 pontos) e fatores mínimos de competência (8 pontos).

Durante o primeiro ciclo, a avaliação dos fatores mínimos de competência foi inteiramente realizada pela chefia. Nessa nova fase, a equipe contribuirá nesse item em 25% (até 2 pontos), os servidores irão se autoavaliar em 15% (até 1,2 pontos) e a chefia em 60% (até 4,8 pontos).


Meta individual e Fatores de competência

Segundo a Portaria nº 3.627 de 19 de novembro de 2010, cada servidor deve pactuar com sua respectiva chefia imediata ou avaliador uma meta individual que contribua para o setor. O objetivo pactuado deve ter critérios claros, além de prazos definidos para início e término.

Somente o servidor poderá validar a própria meta através do Sistema de Avaliação de Desempenho (SAD), com sua senha, pois a mesma é intransferível e de inteira responsabilidade do avaliado. Não havendo a pactuação da meta individual antes do início do período de avaliação, cabe à chefia responsável pela equipe de trabalho fixá-la.

Já os fatores de competência levam em conta a produtividade, o comprometimento, o conhecimento de métodos e técnicas, o cumprimento de normas e o trabalho em equipe. Para cada um desses critérios, será dada uma nota na escala de 1 a 4. O sistema calcula automaticamente a proporção para os fatores de competência, cabendo a avaliação de 2 pontos aos colegas, 4,8 pontos à chefia e 1,2 pontos à autoavaliação.

Saiba como serão distribuídas as notas da AD no segundo ciclo:

OBS.: Os servidores cedidos não terão meta individual. Serão avaliados apenas pelos fatores de competência, em um total de 20 pontos.

 

Cadastre sua senha no Sistema de Avaliação de Desempenho

O Ministério da Saúde desenvolveu um sistema para que toda a avaliação seja informatizada, trazendo mais rapidez aos processamentos dos resultados.

É necessário se cadastrar no link sad.saude.gov.br e solicitar uma senha pessoal através do email institucional, clicando no botão “Acessar” (no canto superior direito).

Os servidores do NERJ e das unidades vinculadas, como Cenadi, CCMS, CMD ou Arquivo, que não possuem conta de email institucional, devem solicitá-la às suas chefias imediatas. Já os servidores cedidos podem usar o e-mail pessoal para acesso.

O primeiro ciclo da Avaliação de Desempenho dos servidores do Ministério da Saúde ocorreu entre os meses de janeiro a junho de 2011. As gratificações são pagas a partir do processamento do resultado final, por isso, é importante que todos os avaliadores e avaliados utilizem o sistema.

Acompanhe o passo a passo do cadastro.

Preparação

A Divisão de Gestão de Pessoas realiza, desde novembro de 2010, um trabalho de capacitação com os servidores, através de palestras e canais para esclarecer dúvidas.
A primeira etapa de capacitação foi realizada no núcleo e o trabalho se estendeu para diversas localidades do estado do Rio de Janeiro, onde se encontram servidores cedidos pelo Ministério da Saúde.
O objetivo da DIGEP é informar sobre a avaliação e servir de ponte entre o Ministério e os servidores cedidos, para tirar dúvidas funcionais.

Para tirar dúvidas sobre a avaliação, mande um email para grupoavaliacao@nerj.rj.saude.gov.br

«« Voltar

Rua México, 128 - Castelo Rio de Janeiro - RJ, 20031-142

Exibir mapa ampliado